GM cortará quadro na Coreia com fim da marca Chevy na Europa

terça-feira, 17 de dezembro de 2013 07:52 BRST
 

SEUL, 17 Dez (Reuters) - A General Motors planeja cortar seu quadro de funcionários na Coreia do Sul no ano que vem, conforme se prepara para retirar sua marca Chevy da Europa, um importante mercado de exportação para carros fabricados na Coreia do Sul.

O presidente-executivo da GM na Coreia do Sul, Sergio Rocha, disse que a empresa planeja lançar um programa de aposentadoria voluntária para seus 6 mil funcionários assalariados até março, no que será a quarta rodada de cortes de empregos desde 2009, disse um porta-voz nesta terça-feira.

Rocha afirmou, porém, que a montadora não planeja cortar postos de trabalho de produção.

Os 6 mil funcionários assalariados elegíveis para aderir ao programa de aposentadoria voluntária incluem as equipes de pesquisa e design, com cerca de 2.200 pessoas.

"(A investida) faz parte de nossos contínuos esforços para otimizar a eficácia operacional", disse o porta-voz Park Hae-ho, sem revelar uma meta para a redução de quadro.

(Por Hyunjoo Jin)