Cade aprova aumento de fatia da Anglo American na LLX Minas-Rio para 50%

terça-feira, 17 de dezembro de 2013 09:41 BRST
 

SÃO PAULO, 17 Dez (Reuters) - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições o aumento na participação da mineradora Anglo American na LLX Minas-Rio de 49 para 50 por cento conforme despacho publicado nesta terça-feira no Diário Oficial da União.

Com atividades em logística portuária, a LLX Minas-Rio foi criada para desenvolver, construir e operar instalações construídas no município de São João da Barra, no Rio de Janeiro, em função do projeto Minas-Rio de minério de ferro.

Em documento submetido à autarquia, as empresas informaram que o aumento de participação foi decorrente do exercício de opção previsto no acordo de acionistas firmado em 2007 com a antiga LLX Logística, até então dona de 51 por cento da LLX Minas-Rio.

A subscrição ocorreu após a LLX ter informado em outubro que seu controle havia passado às mãos do grupo norte-americano EIG, após acordos com o empresário Eike Batista.

Na semana passada, a LLX divulgou sua mudança de nome para Prumo Logística Global.

"A operação consiste na consolidação de controle compartilhado da LLX Minas-Rio entre, de um lado, as sociedades do grupo Anglo American ... e, de outro, a LLX Logística", disseram as companhias ao Cade.

A participação da Anglo American na LLX Minas-Rio se dá por meio das suas subsidiárias Anglo American Participações-Minério de Ferro e Centennial Asset Participações Minas-Rio.

(Por Marcela Ayres)