Leilão A-1 contrata 2.571 MW médios de energia

terça-feira, 17 de dezembro de 2013 18:30 BRST
 

BRASÍLIA, 17 Dez (Reuters) - O leilão de energia existente A-1 contratou 2.751 megawatts (MW) médios de energia, sendo que Cesp, Furnas e Eletronorte foram as principais vendedoras no leilão que visava completar a demanda de energia de 32 distribuidoras em três períodos a partir de 2014.

No produto de 12 meses, foram negociados 1.654 megawatts médios (MW) de energia. Para 18 meses, foram negociados 98 MW médios e no de 36 meses, as distribuidoras contrataram 819 MW médios.

Foram vendidos 14.489.040 megawatt-hora (MWh) de energia no produto de energia de 12 meses, para 2014, ao preço médio de 191,41 reais por MWh. No produto de 18 meses, foram contratados 1.284.290 MWh, ao preço médio de 165,2 reais por MWh. Já para o período de 36 meses foram vendidos 21.542.976 MWh, ao preço médio de 149,99 reais por MWh.

Cesp e Furnas, do grupo Eletrobras, foram as principais vendedoras de energia às distribuidoras para o período de 12 meses.

Furnas vendeu 6.499.920 MWh da hidrelétrica Itumbiara, a 191,37 reais. Outros 245.280 MWh de Mascarenhas de Moraes foram vendidos a 191,38 reais, e 262.800 MWh de Serra da Mesa, a 191,39 reais.

Ainda no produto de 12 meses, Cesp vendeu 2.207.520 MWh da hidrelétrica Ilha Solteira, 1.051.200 MWh de Jupiá e 245.280 MWh de Porto Primavera, ao preço de 191,6 reais por MWh. A geradora Copel negociou 840.960 MWh de energia da hidrelétrica Gov. Bento Munhoz da Rocha Neto, ao preço de 191,8 reais.

O leilão do produto de 12 meses movimentou 2,773 bilhões de reais em contratos de energia. O preço médio da energia negociada representa um deságio de 0,30 por cento ante o preço-teto de 192 reais por MWh definido para o produto.

Já no leilão do produto de 18 meses, a única vendedora foi a Cesp, com deságio de 0,48 por cento ante o preço-teto definido de 166 reais por MWh. Esse leilão movimentou 212,16 milhões de reais em contratos de energia.

No produto de 36 meses, Eletronorte vendeu quase o total do contratado, ou 20.596.032 MWh, sem deságio ante o preço-teto de 150 reais por MWh definido.   Continuação...