Nova licitação do pré-sal só deve ocorrer a partir de 2016--fonte

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013 18:31 BRST
 

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO, 18 Dez (Reuters) - Uma nova licitação na região do pré-sal brasileiro só deve acontecer a partir de 2016, afirmou nesta quarta-feira à Reuters uma fonte com conhecimento do processo de leilões do governo.

Se a previsão se confirmar, a segunda rodada de licitações pelo modelo de partilha de produção ocorreria em um intervalo de três anos para o primeiro certame, que leiloou a reserva de Libra, na Bacia de Santos, em outubro.

A informação de que o próximo certame no pré-sal só deverá ser realizado a partir de 2016 pegou de surpresa a indústria, que esperava um nova rodada já em 2015.

O governo trabalha com a perspectiva de em 2014 fazer uma "pausa para balanço" nas rodadas de blocos de óleo e gás no país.

Segundo a fonte, que pediu para não ser identificada, é preciso reunir informações geológicas e sísmicas no país, reestudá-las e fazer uma atualização desses dados antes de organizar um novo certame.

"Eu duvido que dê tempo para alguma coisa (rodada) em 2014", frisou a fonte. "A alta possibilidade no momento é que ao longo de 2014 se sugira algo para 2015. Não daria para nova oferta de pré-sal (em 2015). O que se pensa é algo (para 2015) que vai além do pré-sal (fora do pré-sal)", adicionou.

De acordo com a fonte, o próprio contrato do modelo de partilha de produção impõe uma série de restrições para se realizar rodadas em intervalos curtos.

"O pré-sal tem uma previsão legal que obriga que se faça estudo sobre o fôlego dos fornecedores", disse a fonte.   Continuação...