Governo adota antidumping contra importação de pneumáticos e refratários básicos

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013 09:11 BRST
 

SÃO PAULO, 19 Dez (Reuters) - O governo brasileiro adotou direito antidumping por até cinco anos contra as importações de pneumáticos novos de borracha e refratários básicos magnesianos, segundo resoluções publicadas no Diário Oficial da União nesta quinta-feira.

No caso de pneumáticos, produtos de borracha utilizados em motocicletas, a decisão afeta itens vindos da China, Tailândia e Vietnã. Ela determina o pagamento de uma alíquota que vai de 1,80 a 7,79 dólares por quilo do produto importado, cobrança que varia de empresa para empresa.

A aplicação de direito antidumping segue pedido de investigação feito em 2011 pela Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (Anip).

Já no caso de refratários básicos magnesianos, a medida considera as importações vindas da China e do México, e segue pedido de investigação feito em 2011 pela Associação Brasileira de Fabricantes de Refratários (Abrafar).

Todas as empresas da China arcarão com um adicional de 536,52 dólares por tonelada do produto importado. Das companhias mexicanas, será cobrada uma taxa de 277,66 dólares por tonelada, com exceção da RHI Refmex, que pagará 370,54 dólares por tonelada do produto.

Para mais informações, acesse: here

e

here

(Por Roberta Vilas Boas; Edição de Marcela Ayres)