Desemprego no Brasil cai a 4,6% em novembro e iguala mínima histórica

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013 10:33 BRST
 

RIO DE JANEIRO, 19 Dez (Reuters) - O desemprego brasileiro repetiu em novembro a mínima histórica vista em dezembro do ano passado, de 4,6 por cento, num resultado melhor que o esperado, ao mesmo tempo em que o rendimento voltou a crescer, subindo 2,0 por cento no mês.

Segundo informou nesta quinta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o rendimento foi a 1.965,29 reais. Sobre novembro de 2012, a alta foi de 3,0 por cento.

A expectativa para o desemprego, indicada na mediana de 25 analistas consultados pela Reuters, era de uma taxa de 4,9 por cento em novembro, com as estimativas variando entre 4,8 e 5,2 por cento.

A população ocupada cresceu 0,1 por cento em novembro na comparação com outubro e recuou 0,7 por cento ante o mesmo período do ano anterior, totalizando 23,293 milhões de pessoas.

Já a população desocupada, segundo o IBGE, chegou a 1,131 milhão de pessoas, queda de 10,9 por cento ante outubro, e queda de 6,4 por cento sobre um ano antes. Os desocupados incluem tanto os empregados temporários dispensados quanto desempregados em busca de uma chance no mercado de trabalho.

Na média do ano, a taxa de desemprego está em 5,5 por cento, ante 5,6 por cento nos 11 primeiros meses de 2012. Em outubro, a taxa de desemprego foi de 5,2 por cento, o menor patamar para aquele mês desde que a série foi iniciada em 2002.

O baixo nível de desemprego vem se mantendo ao longo deste ano apesar da fraqueza da economia.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)