Acionistas da Telecom Italia rejeitam proposta de remover Conselho

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013 17:20 BRST
 

ROZZANO, 20 Dez (Reuters) - Acionistas da maior empresa de telefonia da Itália, a Telecom Italia, rejeitaram nesta sexta-feira uma proposta do investidor dissidente Marco Fossati de substituição de todo o Conselho da empresa, com uma maioria de 50,3 por cento.

Uma minoria de 42,3 por cento foi favorável à proposta de Fossati, o terceiro maior acionista da empresa com uma participação de 5 por cento, enquanto 7,4 por cento se abstiveram.

A votação desta sexta-feira colocou Fossati contra a Telco, um veículo de investimento controlado pela Telefónica e um grupo de três instituições financeiras italianas, com uma fatia de 22,4 por cento, que permite apontar a maioria do Conselho atual.

Investidores com uma participação combinada de 54,3 por cento estiveram presentes na assembleia, levando a Telco a precisar do apoio de outros investidores para derrotar a moção.

A decisão ocorre em meio a luta da Telecom Italia para reverter anos de crescimento fraco, e o presidente-executivo Marco Patuano precisa seguir com a venda de ativos da empresa para ajudar a reduzir uma dívida de mais de 28 bilhões de euros (38 bilhões de dólares).

(Por Danilo Masoni)