Opel, da GM, vê alta suficiente nas vendas para evitar corte de custos, diz jornal

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013 08:36 BRST
 

FRANKFURT, 23 Dez (Reuters) - A Opel, unidade europeia da General Motors, está cautelosamente otimista de que as vendas vão crescer o suficiente em 2014 para evitar mais uma rodada de cortes de custos, afirmou o presidente Karl-Thomas Neumann ao jornal Sueddeutsche Zeitung.

A Opel está a caminho de atingir a lucratividade em 2016, disse Neumann, mas a companhia espera um ano difícil à frente, pressionada por custos de reestruturação por encerrar a produção de veículos na fábrica de Bochum, na Alemanha.

"Se o mundo não acabar, devemos continuar crescendo, e não precisaremos de cortes de custos adicionais", disse Neumann ao jornal.

A GM vai manter um plano de investimentos de 4 bilhões de euros (5,5 bilhões de dólares) para a Opel, e a estratégia para a deficitária subsidiária europeia se manterá mesmo depois de uma mudança na chefia da GM em Detroit.

"Estarei com a Opel por um longo tempo. Este não é um assunto de curto prazo", disse o executivo. "Sou responsável pela General Motors na Europa, então sou chefe da Europa para Detroit. Eu defendo a Opel e lutarei pela marca", disse Neumann.

(Por Edward Taylor)