Exportações indianas de farelo de soja e milho devem cair 28% em 2013/14

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013 18:23 BRST
 

NOVA DÉLHI, 26 Dez (Reuters) - As exportações indianas de milho e farelo de soja devem cair em mais de um quarto para um total de 6 milhões de toneladas no ano até setembro de 2014, com os compradores optando por fontes mais baratas da América do Sul, disseram fontes do mercado nesta quinta-feira.

Os produtores da América Latina, que competem com a Índia na venda de insumos para a ração animal em mercados como a Coreia do Sul, Japão, Vietnã, Tailândia e Irã, já elevaram suas vendas aos compradores asiáticos.

"Os preços do farelo de soja estão em alta na Índia por conta de uma menor produção de grãos de soja após chuvas em outubro causarem graves danos às lavouras durante o início da colheita", disse Rajesh Agrawal, coordenador-chefe da Associação dos Processadores de Soja da Índia.

O farelo de soja da Índia --principal ingrediente proteico para alimentação animal obtido pelo processamento da soja-- custa cerca de 570 dólares por tonelada, cerca de 20 dólares a mais que a commodity da América do Sul.

O país deve vender 3 milhões de toneladas de farelo de soja e 3 milhões de toneladas de milho em 2013/14, uma queda de quase 28 por cento de um total de 8,3 milhões de toneladas exportadas no ano anterior, disseram operadores.

Uma queda de 14 por cento esperada na produção de farelo de soja da Índia, para 7,8 milhões de toneladas em 2013/14, também deve reduzir as exportações, acrescentaram.

(Reportagem de Ratnajyoti Dutta e Meenakshi Sharma)