27 de Dezembro de 2013 / às 15:53 / em 4 anos

Trabalhadores encerram greve em refinarias na França

Trabalhadores sindicalizados da gigante francêsa Total reunidos em frente a refinaria de Donges. Os trabalhadores da refinaria Gonfreville, da Total, na França, concordaram em encerrar uma greve na sexta-feira, na última das cinco unidades paralisadas pelo movimento que começou há duas semanas e afetou mais de metade da capacidade de refino do país. 20/12/2013 REUTERS/Stephane Mahe

PARIS, 27 Dez (Reuters) - Os trabalhadores da refinaria Gonfreville, da Total, na França, concordaram em encerrar uma greve na sexta-feira, na última das cinco unidades paralisadas pelo movimento que começou há duas semanas e afetou mais de metade da capacidade de refino do país.

A grande maioria dos trabalhadores em greve, na refinaria com capacidade para 247.000 barris por dia, na Normandia, a maior da França, votou pelo fim da paralisação, disse um funcionário do sindicato.

“Nós tomamos nota do fim do movimento em La Mede e Feyzin e decidimos parar a greve”, disse Jacky Pailloux, chefe do sindicato em Gonfreville.

Trabalhadores travaram uma disputa salarial com a Total, que se recusou a reabrir as negociações depois que outros sindicatos aprovaram um acordo neste mês.

“As demandas dos trabalhadores permanecem. Isso não é uma anistia”, disse Pailloux.

Por Sybille de La Hamaide

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below