Presidente chinês Xi vai se encarregar pessoalmente de promover reformas

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013 10:39 BRST
 

PEQUIM, 30 Dez (Reuters) - O presidente chinês, Xi Jinping, chefiará uma comissão encarregada de promover reformas socioeconômicas no país, disse a agência estatal de notícias Xinhua na segunda-feira, em mais um sinal de que o líder comunista está determinado a realizar mudanças, apesar da provável oposição de interesses estabelecidos.

A China apresentou no mês passado seu mais ousado conjunto de reformas em três décadas, o que inclui abrandar a política do filho único e liberalizar mercados para tornar a economia mais estável.

O Partido Comunista prometeu confiar ao mercado um papel "decisivo" na economia, e anunciou a criação de uma comissão para promover as reformas.

O anúncio de que Xi se encarregará pessoalmente disso leva à conclusão de que a comissão será mais poderosa do que a Comissão Estatal para a Reestruturação da Economia, que preparou um esboço de reformas que levou ao fechamento de milhares de empresas estatais ineficientes, com a perda de milhões de empregos, na década de 1990.

Havia especulações de que a comissão para reformas seria comandada pelo premiê Li Keqiang ou por Han Zheng, dirigente do Partido Comunista em Xangai.

 
Presidente chinês, Xi Jinping, durante cerimônia de boas-vindas no Grande Salão do Povo, em Pequim, 13 de novembro de 2013. Xi Jinping chefiará uma comissão encarregada de promover reformas socioeconômicas no país, disse a agência estatal de notícias Xinhua na segunda-feira, em mais um sinal de que o líder comunista está determinado a realizar mudanças, apesar da provável oposição de interesses estabelecidos. 13/11/2013 REUTERS/Jason Lee