Emprego na Alemanha atinge máxima recorde em 2013, diz agência de estatísticas

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014 09:16 BRST
 

BERLIM, 2 Jan (Reuters) - O número de pessoas empregadas na maior economia da Europa atingiu máxima recorde pelo sétimo ano consecutivo em 2013, embora o aumento tenha sido menor do que nos dois últimos anos, informou a agência de estatísticas da Alemanha nesta quinta-feira.

Com 41,8 milhões de pessoas no mercado de trabalho, cerca de 232 mil empregos foram criados no ano passado, mas o aumento foi aproximadamente metade da média para 2012 e 2011, de acordo com agência.

A taxa de desemprego da Alemanha tem se estabilizado pouco abaixo de 7 por cento pelos últimos dois anos e é invejada por seus pares da zona do euro atingidos pela crise, como a Espanha e a Grécia, onde mais de uma em cada quatro pessoas está oficialmente sem trabalho.

Fortes dados de emprego são um bom sinal para a demanda doméstica, sobre a qual o governo está se baseando para sustentar o crescimento econômico neste ano, à medida que a economia tradicionalmente conduzida por exportações sofre com a desaceleração em alguns mercados emergentes e com a frágil demanda da zona do euro.

Entretanto, alguns dos institutos econômicos da Alemanha têm alertado que os planos do novo governo de direita-esquerda da chanceler Angela Merkel de introduzir um salário mínimo pode causar perda de empregos no longo prazo.

Os dados de desemprego para dezembro serão divulgados na próxima semana.

(Reportagem de Madeline Chambers)