Indústria dos EUA desacelera ligeiramente em dezembro, diz ISM

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014 13:14 BRST
 

NOVA YORK, 2 Jan (Reuters) - A indústria dos Estados Unidos cresceu a um ritmo ligeiramente mais lento em dezembro, mas as contratações atingiram a máxima de dois anos e meio e o volume de novas encomendas saltou para o nível visto pela última vez no início de 2010, mostrou nesta quinta-feira o relatório do Instituto de Gestão de Fornecimento (ISM, na sigla em inglês).

O ISM informou que seu índice de atividade fabril nacional atingiu 57,0 no mês passado, em linha com a expectativa de economistas, mas um pouco abaixo da máxima de dois anos e meio atingida em novembro de 57,3. Leituras acima de 50 indicam expansão.

Ainda assim, o resultado de dezembro foi o segundo mais alto do ano. O setor de produção de bens se contraiu em maio, mas seu crescimento acelerou ao longo do segundo semestre de 2013.

O índice de novas encomendas atingiu 64,2, maior nível desde abril de 2010, ante 63,6 em novembro, sugerindo que o ímpeto do setor pode acelerar em 2014.

Já o índice de emprego subiu para 56,9, melhor leitura desde junho de 2011, ante 56,5 em novembro.

(Por Steven C. Johnson)