China cancela compras de milho dos EUA; parte é redirecionada

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014 15:01 BRST
 

3 Jan (Reuters) - Importadores chineses cancelaram parte das compras de milho dos Estados Unidos feitas na semana passada, enquanto diversos outros carregamentos do cereal inicialmente destinados à China foram desviados para outros países da Ásia, mostraram dados oficiais dos EUA nesta sexta-feira.

A China rejeitou numerosas cargas de milho dos EUA desde meados de novembro por conterem grãos da variedades transgênica MIR 162, da Syngenta, que não é autorizada na China.

O Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) relatou o cancelamento líquido de 116 mil toneladas em vendas de milho para a China na semana encerrada em 26 de dezembro. O relatório oficial também mostrou uma redução líquida de 209.400 toneladas nas vendas para "destinos desconhecidos", sendo que deste volume, 101.400 toneladas foram redirecionadas para o Japão.

Uma vez que exportadores são obrigados a relatar o destino dos grãos no momento do carregamento dos navios, as vendas muitas vezes são relatadas como "destinos desconhecidos" para não revelar o comprador, disseram operadores.

Vendas para a China frequentemente são relatadas inicialmente nesta categoria.

O USDA também registrou cerca de 200 mil toneladas a menos nas exportações acumuladas para a China nas semanas encerradas em 28 de novembro e 5 de dezembro, já que aquele milho foi revendido para a Coreia do Sul, confirmando relatos privados de que cargas rejeitadas pela China tinham sido revendidas para o país vizinho.

(Por Karl Plume, em Chicago)