Funcionários da Lufthansa no aeroporto de Paris concordam em reduzir greve

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014 17:00 BRST
 

FRANKFURT, Alemanha, 3 Jan (Reuters) - Funcionários da companhia aérea Lufthansa no aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, estão dispostos a reduzir o período de uma planejada greve de três dias que começou nesta sexta-feira para retomar as negociações sobre os planos da empresa alemã de terceirizar as operações terrestres.

Uma porta-voz da Lufthansa disse que a greve terminará no sábado de manhã, às 4h45 (1h45 no horário de Brasília). Ela disse que a paralisação nesta sexta-feira não havia afetado nenhum dos 17 voos diários da Lufthansa entre Paris e a Alemanha.

A Lufthansa, como outras companhias atingidas pela crise econômica na Europa e pelo aumento da concorrência com empresas aéreas de baixo custo e empresas do Golfo, está cortando custos para melhorar o lucro operacional anual em 1,5 bilhão de euros (2,1 bilhões de dólares).

Diariamente, a companhia opera entre 1.700 e 1.800 voos em todo o mundo.

(Reportagem de Peter Maushagen)

 
Aviões Boeing 737-300 da companhia Lufthansa fotografados no aeroporto de Frankfurt. Funcionários da Lufthansa no aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, estão dispostos a reduzir o período de uma planejada greve de três dias que começou nesta sexta-feira para retomar as negociações sobre os planos da empresa alemã de terceirizar as operações terrestres. 12/07/2013. REUTERS/Ralph Orlowski