Marfrig projeta fluxo de caixa livre de até R$100 mi positivos em 2014

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014 20:58 BRST
 

RIO DE JANEIRO, 3 Jan (Reuters) - A Marfrig, segunda maior empresa do setor de bovinos no país, elevou as projeções para 2014, com previsão de um fluxo de caixa livre positivo de até 100 milhões de reais, por conta da troca de dívida velha por nova que irá alterar o cronograma de pagamento de juros.

A Marfrig fará uma emissão de 2,150 bilhões de reais em debêntures conversíveis em ações para resgate de debêntures antigas, em uma colocação privada.

"A alteração nas projeções de 2014 reflete o novo cronograma de pagamentos de juros à debenturistas, modificado em função da 5ª Emissão de Debêntures Conversíveis", disse a empresa em fato relevante.

A Marfrig previa anteriormente um fluxo de caixa negativo de 150 milhões de reais a neutro neste ano. A empresa também previu que a geração de caixa livre alcance de 650 milhões a 850 milhões de reais em 2018.

A empresa estima também que as receitas irão subir para entre 21 bilhões e 23 bilhões de reais neste ano, ante estimativa de 18,5 bilhões de reais em 2013. Além disso, prevê investimentos de 600 milhões de reais no ano.

Para a margem Ebitda (sigla em inglês para lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização), a projeção é que se estabeleça entre 7,5 e 8,5 por cento em 2014, ante expectativa de 7,5 por cento em 2013. Em 2018, a expectativa é de 8,5 a 9,5 por cento.

"Os guidances acima foram calculados a partir da análise do ambiente macroeconômico nos mercados em que a Marfrig atua, bem como de suas próprias perspectivas e projeções", disse a empresa em comunicado.

CUSTOS DA DÍVIDA

Com a emissão de 2,150 bilhões de reais em debêntures mandatoriamente conversíveis em ações, com prazo de vencimento de três anos, a Marfrig pretende resgatar os títulos da segunda emissão. O BNDESPar, unidade de participações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), detém mais de 99 por cento destas debêntures.   Continuação...