Aérea Alitalia busca financiamento bancário adicional, diz jornal

sábado, 4 de janeiro de 2014 16:03 BRST
 

MILÃO, 4 Jan (Reuters) - A Alitalia pediu aos bancos para aumentar um acordo financeiro já existente em 50 milhões de euros (68 milhões de dólares), segundo informou o diário italiano Il Messagero neste sábado, em um sinal de que a companhia aérea italiana pode novamente estar enfrentando dificuldades de liquidez apenas duas semanas depois de ter realizado um aumento de capital.

O jornal disse que o presidente-executivo da empresa, Gabriele Del Torchio, escreveu uma carta ao UniCredit e ao Intesa Sanpaolo solicitando financiamento adicional.

O pedido seria um acréscimo aos 200 milhões de euros em empréstimos bancários já acordados em outubro, como parte de um pacote de resgate de 500 milhões de euros montado pelo governo.

O acordo tem a intenção de manter a deficitária companhia aérea em operação enquanto a empresa busca um novo parceiro estratégico para investir e torná-la lucrativa novamente.

A Alitalia não estava imediatamente disponível para comentar o assunto.

A companhia aérea levantou 300 milhões de euros em uma injeção emergencial de capital no mês passado, que deve ser capaz de mantê-la no ar pelos próximos seis meses segundo analistas.

A empresa está em meio a negociações com a Etihad Airways, sediada em Abu Dhabi, sobre um possível investimento, mas analistas dizem que as negociações levarão semanas ou até meses para resultar em qualquer acordo concreto.

(Reportagem de Agnieszka Flak)

 
Avião da companhia aérea italiana Alitalia é visto estacionado na pista do aeroporto internacional de Roma. A Alitalia pediu aos bancos para aumentar um acordo financeiro já existente em 50 milhões de euros (68 milhões de dólares), segundo informou o diário italiano Il Messagero neste sábado, em um sinal de que a companhia aérea italiana pode novamente estar enfrentando dificuldades de liquidez apenas duas semanas depois de ter realizado um aumento de capital. 10/12/2013. REUTERS/Max Rossi