Ações asiáticas caem para mínima em 3 semanas por PMI de serviços da China

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014 07:33 BRST
 

Por Dominic Lau

TÓQUIO, 6 Jan (Reuters) - As ações asiáticas caíram para mínima em três semanas nesta segunda-feira, depois que o crescimento do setor de serviços da China desacelerou fortemente no mês passado, levantando preocupações em relação ao ritmo da recuperação na segunda maior economia do mundo.

Às 7h25 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão caía 0,8 por cento, atingindo mínima em três semanas e intensificando a queda de 1,1 por cento da sexta-feira.

O índice perdeu 1,7 por cento no ano passado, ficando fortemente abaixo do desempenho das ações norte-americanas, japonesas e europeias.

O índice chinês CSI300 teve queda de 2,3 por cento, atingindo mínima em cinco meses depois que o Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do HSBC/Markit para o setor de serviços da China caiu para 50,9 em dezembro, ante 52,5 no mês anterior, com o crescimento de novos negócios tendo o ritmo mais lento em seis meses.

O índice japonês Nikkei teve queda de 2,35 por cento, marcando a pior queda diária em dois meses, em seu primeiro pregão de 2014. O Nikkei saltou 57 por cento no ano passado, registrando a melhor alta anual desde 1972, apoiando-se em estímulos fiscais e monetários.

(Reportagem adicional de Lisa Twaronite em Tóquio e Jongwoo Cheon em Cingapura)