CEO da Norwegian Air se reunirá com Boeing sobre problemas no Dreamliner

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014 07:55 BRST
 

OSLO, 6 Jan (Reuters) - O presidente-executivo da companhia aérea de baixo custo Norwegian Air Shuttle, Bjoern Kjos, planeja se reunir com a administração da Boeing nos Estados Unidos na próxima semana para discutir os problemas com seus aviões Dreamliner, informou a mídia norueguesa no domingo.

A Norwegian Air, terceira maior companhia aérea de baixo custo da Europa após a Ryanair e a EasyJet, lançou operações de longo distância no ano passado e esperava capitalizar-se com custos operacionais mais baixos do Dreamliner.

Mas durante o outono no hemisfério Norte, seus dois primeiros Dreamliners tiveram problemas mais de meia dúzia de vezes, forçando-o a alugar aviões no curto prazo ou cancelar voos.

Seu mais novo avião, o terceiro, foi mantido em terra nos Estados Unidos antes do Natal, e a empresa disse que peças de reposição tiveram de ser encomendadas para a substituição.

"Até onde eu sei o avião não está de volta ao serviço ainda, temos um (Boeing) 777 alugado (com tripulação) hoje entre Oslo e Nova York", disse Anne-Sissel Skaanvik, porta-voz da Norwegian, em um e-mail para a Reuters.

O Dreamliner foi concebido como um divisor de águas para a indústria da aviação, já que seu corpo leve e motores sofisticados reduziriam o consumo de combustível em 20 por cento.

Mas a aeronave tem sido assolada por problemas, incluindo incêndios de baterias que mantiveram o modelo em terra por meses no ano passado e forçaram o Boeing a desenvolver um novo projeto da bateria.

Os dois primeiros Dreamliners comprados pelo Norwegian Air já sofreram falhas hidráulicas e elétricas.

(Reportagem de Nerijus Adomaitis)