Déficit comercial dos EUA é o menor em 4 anos

terça-feira, 7 de janeiro de 2014 14:09 BRST
 

Por Lucia Mutikani

WASHINGTON, 7 Jan (Reuters) - O déficit comercial dos Estados Unidos foi o menor em quatro anos em novembro, com as exportações atingindo máxima recorde e com preços fracos do petróleo restringindo o aumento das importações, a evidência mais recente de fortalecimento dos fundamentos econômicos.

O Departamento do Comércio informou nesta terça-feira que o déficit comercial teve queda de 12,9 por cento, para 34,3 bilhões de dólares. Esse foi o menor déficit desde outubro de 2009.

O déficit de outubro da balança comercial foi revisado para 39,3 bilhões de dólares, ante resultado anterior de 40,6 bilhões de dólares.

Economistas consultados pela Reuters esperavam que o déficit comercial diminuísse para 40 bilhões de dólares em novembro.

Quando ajustado pela inflação, o déficit comercial diminuiu para 44,6 bilhões de dólares, ante 47 bilhões de dólares no mês anterior.

Essa medida entra no cálculo do Produto Interno Bruto (PIB), e a queda de novembro pode fazer com que economistas elevem as estimativas de crescimento do quarto trimestre.

O comércio contribuiu marginalmente para o crescimento no terceiro trimestre, mas a diminuição de problemas fiscais na Europa deve levar a uma recuperação na demanda da região e ajudar a impulsionar as exportações dos EUA.

A economia norte-americana parece preparada para alcançar crescimento maior neste ano, com dados que variam de emprego a indústria e os gastos do consumidor sugerindo que a economia encerrou 2013 em base sólida.   Continuação...