Alstom entra com ação contra EDF sobre competição para fornecimento de motores

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014 09:07 BRST
 

PARIS, 8 Jan (Reuters) - A empresa francesa Alstom informou que entrou com uma ação contra a estatal EDF por ter sido excluída em um processo de competição para fornecimento de motores a diesel de reserva para usinas de energia nuclear.

O jornal financeiro Les Echos informou que a Alstom e sua parceira alemã MAN SE entraram com uma ação na justiça no final de dezembro sobre a competição, que era para equipamentos avaliados em 1 bilhão de euros (1,4 bilhão de dólares).

Após o desastre nuclear de Fukushima em 2011, o regulador nuclear francês ASN exigiu que a EDF instalasse 58 grandes motores a diesel em suas usinas nucleares até o final de 2018 para fornecer energia de reserva para resfriamento dos núcleos de reatores.

"Confirmamos que apelamos contra a decisão da EDF. Nosso objetivo é verificar que o procedimento foi respeitado e que o critério de avaliação foi seguido em linha com as orientações da competição pública", disse um porta-voz da Alstom na quarta-feira.

A EDF não quis comentar o assunto.

(Reportagem de Benjamin Mallet e Geert De Clercq)