Ações europeias fecham praticamente estáveis, mas periferia avança

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014 16:16 BRST
 

Por Blaise Robinson

PARIS, 8 Jan (Reuters) - As ações europeias fecharam praticamente estáveis nesta quarta-feira, perto de máximas em cinco anos e meio, mas mercados da periferia da zona do euro ampliaram o rali devido à crescente confiança de que as suas economias estão começando a se recuperar da crise de dívida regional.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, teve variação positiva de 0,11 por cento, para 1.321 pontos.

Os volumes de negociação do índice português PSI 20 ficaram sete vezes maiores do que a média diária, enquanto o número para os principais índices de Madri e Dublin somou mais do dobro das respectivas médias diárias, de acordo com dados da Thomson Reuters.

Papéis da periferia da zona do euro têm visto fortes entradas de recursos recentemente, à medida que as economias mais prejudicadas pela prolongada crise do bloco econômico começam a dar sinais de melhora.

"De maneira geral, as coisas estão melhorando na zona do euro. A recuperação da Espanha está ganhando tração, uma vez que todos os esforços que o país fez estão começando a dar resultado", disse a chefe de estratégia de ações do Sicete Generale Private Banking, Claudia Panseri.

"Vemos de forma particularmente positiva as ações de bancos da zona do euro que já cumprem as regras de Basileia III. Eles já reduziram significativamente a alavancagem e fortaleceram seus balanços", emendou.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de 0,50 por cento, a 6.721 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,09 por cento, para 9.497 pontos.   Continuação...