JP Morgan planeja sair do negócio de cartões pré-pagos

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014 15:07 BRST
 

NOVA YORK, 9 Jan (Reuters) - O JPMorgan Chase & Co pretende vender ou encerrar seu negócio de emissão de cartões pré-pagos para folhas de pagamento corporativas e para benefícios e restituições governamentais, disse a empresa nesta quinta-feira.

O produto, que vinha sendo oferecido com serviços numerários e de tesouraria para empresas e governos, havia se tornado uma dor de cabeça em termos de riscos de operações e regulamentos, afirmou uma pessoa familiarizada com o tema que não estava autorizada a falar publicamente.

No mês passado, o JPMorgan havia avisado alguns dos 465 mil titulares dos cartões que seus dados pessoais poderiam ter sido acessados ​​por hackers que atacaram sua rede em julho.

Reguladores do governo estão se concentrando em apurar se os programas de pagamento das empresas que utilizam os cartões teriam garantias suficientes em contraposição à cobrança de taxas aos funcionários.

De acordo com a declaração do JPMorgan, o banco "irá explorar uma gama completa de opções para o negócio de cartões pré-pagos, incluindo uma venda". Nesse meio tempo, o JP Morgan continuará a dar suporte aos clientes e portadores dos cartões. A decisão não afeta os clientes com cartões de crédito, débito ou pré-pagos do tipo "Liquid", afirmou a companhia.

(Por David Henry)