Comércio tem em 2013 o menor crescimento em 10 anos, diz Serasa

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014 17:24 BRST
 

SÃO PAULO, 9 Jan (Reuters) - A atividade do comércio varejista no Brasil em 2013 cresceu 5,2 por cento ante o ano anterior, no menor ritmo de expansão em 10 anos, informou nesta quinta-feira a Serasa Experian.

Segundo a empresa de análise de crédito, o dado refletiu a escalada das taxas de juros, a alta da inflação, especialmente no primeiro semestre, e a menor confiança dos consumidores, ainda com elevado endividamento e, por isto, mais preocupados em sair da inadimplência do que em assumir novos financiamentos.

Na opinião do economista Luiz Rabi, o desempenho de 2014 deve ser semelhante ao do ano passado, dado que o custo do crédito deve continuar subindo em meio a expectativas de alta da Selic.

"O quadro deve ser muito parecido com o de 2013", disse Rabi à Reuters.

O dado da Serasa foi coletado a partir da consulta a cerca de seis mil varejistas em todo o país.

Segundo a Serasa, a atividade do varejo no ano foi alavancada pela categoria de supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas, e pela de combustíveis e lubrificantes.

De 2004 a 2012, o menor crescimento da atividade varejista havia ocorrido em 2009 (alta anual de 6,1 por cento), ano marcado pela recessão do primeiro semestre devido aos impactos adversos da crise financeira internacional a partir de setembro de 2008.

(Por Aluisio Alves; Edição de Marcela Ayres)