Regulador limita aumento de tarifas no aeroporto Heathrow

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014 07:51 BRST
 

LONDRES, 10 Jan (Reuters) - O aeroporto Heathrow de Londres terá que limitar os preços que cobra das companhias aéreas a partir de abril de 2014, em um nível menor que o esperado de 1,5 por cento abaixo da inflação, depois de uma decisão final do regulador do setor.

A Autoridade de Aviação Civil britânica (CAA, na sigla em inglês) havia proposto colocar um limite nos preços no aeroporto mais movimentado da Inglaterra em linha com a inflação para os cinco anos a partir de abril de 2014, mas disse nesta sexta-feira que reduzirá ainda mais este limite.

A agência reguladora estava revisando o poder de mercado dos grandes aeroportos e se isto precisava ser limitado por tetos de preços após reclamações das companhias aéreas.

Heathrow havia enviado um plano buscando aumentar as tarifas para companhias aéreas em 4,6 por cento acima da inflação, como mensurada pelo índice de preços no varejo (RPI, na sigla em inglês).

A CAA disse que endureceu a regulação após ver projeções de tráfego de passageiros se fortalecendo e o custo de capital revisado no aeroporto.

Heathrow, cujos proprietários incluem a espanhola Ferrovial e os fundos soberanos do Catar, da China e de Cingapura, disse que os novos preços devem limitar o quanto poderá investir no aeroporto.

(Por Kate Holton)