Irã e Rússia negociam troca de petróleo por produtos, dizem fontes

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014 11:14 BRST
 

Por Jonathan Saul e Parisa Hafezi

LONDRES/ANCARA, 10 Jan (Reuters) - Irã e Rússia estão negociando um acordo de troca de petróleo por produtos que poderia ajudar a República Islâmica a elevar substancialmente as exportações de petróleo, em um desafio às sanções ocidentais que levaram Teerã a assinar um acordo preliminar em novembro para encerrar seu programa nuclear.

Três fontes russas e iranianas próximas das negociações disseram que os detalhes finais estão em discussão para um acordo de troca no qual Moscou compraria 500 mil barris por dia de petróleo iraniano em troca de equipamentos e produtos russos.

"Um bom progresso está sendo feito no momento com grande chance de sucesso", disse uma fonte russa. "Nós estamos discutindo os detalhes e a data da assinatura do acordo depende desses detalhes."

Não estava claro se o negócio seria implementado antes da finalização dos detalhes do acordo nuclear entre o Irã e seis potenciais globais --incluindo a Rússia--, iniciado em novembro em Genebra.

Negociações técnicas entre Irã e a União Europeia sobre o acordo nuclear começaram na quinta-feira. O acordo de novembro assinado em Genebra busca frear os avanços nucleares do país islâmico por seis meses, para ganhar tempo para um acerto final até maio.

As sanções dos Estados Unidos e União Europeia levaram o Irã a reduzir em mais da metade suas exportações de petróleo nos últimos 18 meses para cerca de 1 milhão de barris por dia (bpd). A Rússia não aplica sanções ao Irã.

Desta forma, as compras russas de 500 mil bpd de petróleo elevariam as exportações iranianas em 50 por cento, num impulso importante para a economia do país.

Pelos atuais preços do petróleo no mercado internacional, de cerca de 100 dólares por barril, o Irã acrescentaria uma receita de 1,5 bilhão de dólares por mês.   Continuação...

 
Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e presidente do Irã, Rassan Rouhani, reúnem-se durante encontro da Organização de Cooperação de Xangai, em Bishkek, capital do Quirguistão. Irã e Rússia estão negociando um acordo de troca de petróleo por produtos que poderia ajudar a República Islâmica a elevar substancialmente as exportações de petróleo, em um desafio às sanções ocidentais que levaram Teerã a assinar um acordo preliminar em novembro para encerrar seu programa nuclear. 13/09/2013. REUTERS/Mikhail Klimentyev/RIA Novosti/Kremlin