Importação chinesa de soja sobe 8,6% em 2013 e atinge recorde

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014 10:51 BRST
 

PEQUIM, 10 Jan (Reuters) - A China, maior comprador mundial de soja, importou um volume recorde da oleaginosa em 2013, à medida que sua indústria de esmagamento continua a expandir a capacidade a fim de atender à forte demanda doméstica por carne rica em proteínas.

A China importou 63,38 milhões de toneladas de soja em 2013, uma alta de 8,6 por cento ante o ano anterior, mostraram dados preliminares da Administração Geral das Alfândegas nesta sexta-feira.

As importações de dezembro saltaram 26 por cento na comparação anual, para 7,4 milhões de toneladas, maior volume mensal já registrado, com uma melhoria das margens de esmagamento estimulando a demanda.

As esmagadoras chinesas importam a oleaginosa para fazer farelo de soja, um ingrediente para ração animal, bem como óleo de cozinha. Melhores padrões de vida e de urbanização elevaram do consumo de carne e produtos lácteos.

As importações da China em 2013 representam cerca de 63 por cento do volume negociado globalmente.

"Há muita expansão em curso, o que mantém as importações crescendo, embora o crescimento tenha abrandado", disse Li Lifeng, analista sênior do portal da indústria www.cofeed.com.

A capacidade de moagem da China atingiu 140 milhões de toneladas no final do ano passado, um aumento de 17 por cento ante 2012, estimou Li.

Cerca de 20 novas esmagadoras estão sendo construídas ou planejadas, a maioria das quais irá entrar em operação em 2014/15, segundo o Centro Nacional de Informações sobre Grãos e Óleos da China. Isso acrescentaria cerca de 65 mil toneladas em capacidade de moagem diária, disse a entidade.

Analistas esperam que as importações de soja do país continuem a crescer em 2014. A JC Intelligence estima que as importações do país no ano até setembro cresçam em 11 por cento no ano, para 66,5 milhões de toneladas.   Continuação...