Leilões de infraestrutura de 2013 devem gerar R$80,3 bi em investimentos--Fazenda

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014 12:41 BRST
 

SÃO PAULO, 10 Jan (Reuters) - Os 18 leilões feitos pelo governo federal em 2013 nas áreas de transporte, energia e petróleo e gás, além de cinco autorizações de terminais de uso privativo, resultaram no compromisso de investimentos de 80,3 bilhões de reais por parte dos vencedores das licitações, informou o Ministério da Fazenda nesta sexta-feira.

Os investimentos devem ser feitos ao longo dos períodos de concessão, que variam de 20 a 35 anos. Segundo o governo, a maior parte desse valor deve ser desembolsada nos primeiros cinco anos de concessão, por conta das obrigações contratuais.

No ano passado, o governo realizou leilões de cinco rodovias e dos aeroportos de Galeão e Confins no setor de transportes. Já em energia, foram licitados 7.145 megawatts em capacidade instalada de geração de energia.

Dos 80,3 bilhões de reais em investimento, 7 bilhões de reais correspondem a aeroportos, 2,4 bilhões de reais a portos e 28,7 bilhões de reais a rodovias. Além disso, 26,6 bilhões de reais serão investidos em geração de energia, 8,7 bilhões de reais em linhas de transmissão e 6,9 bilhões de reais em petróleo e gás.

"Nesse último caso, tratam-se apenas dos investimentos estimados para a consecução do Programa Exploratório Mínimo, que avalia o potencial comercial dos campos licitados. Os investimentos necessários à exploração comercial efetiva dos campos não estão incluídos no levantamento", informou o Ministério da Fazenda em nota.

(Por Roberta Vilas Boas)