Apple não violou patente do Google, diz corte de apelações norte-americana

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014 15:29 BRST
 

WASHINGTON, 10 Jan (Reuters) - A Apple não usa patente tecnológica detida pela unidade do Google Motorola Mobility na produção de iPhones, afirmou uma corte de apelações norte-americana nesta sexta-feira.

A Corte de Apelações dos Estados Unidos sustentou uma decisão da Comissão de Comércio Internacional de abril segundo a qual a Apple não violou uma patente do Google para produzir o popular iPhone.

A indústria de smartphones registra dezenas de processos em diversos continentes, enquanto a Apple compete por fatia de mercado com empresas que produzem smartphones usando o sistema operacional Android, do Google.

A Motorola Mobility acusou a Apple em 2010 de infringir seis de suas patentes de tecnologias como de redução de interferência de sinal e programação da tela sensível para que a cabeça do usuário não ative acidentalmente o telefone ao falar. A comissão decidiu em abril de 2013 que a Apple não violou nenhuma das seis patentes. A corte de apelação deliberou apenas sobre uma das seis patentes.

O Google adquiriu as patentes quando comprou a Motorola Mobility por 12,5 bilhões de reais em 2012, parcialmente devido à sua livraria de patentes de telecomunicações.

(Por Diane Bartz)