Reino Unido confirma promessa sobre dívida antes de referendo da Escócia

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014 08:48 BRST
 

LONDRES, 13 Jan (Reuters) - O governo britânico confirmou nesta segunda-feira que assumirá a responsabilidade por toda a dívida do governo britânico se a Escócia votar por deixar o Reino Unido neste ano, uma decisão que deve evitar agitações nos mercados de títulos antes do referendo.

"No caso da independência escocesa em relação ao Reino Unido, o governo britânico irá em todas circunstâncias honrar os termos contratuais da dívida emitida pelo governo britânico, informou o Tesouro em comunicado.

Uma Escócia independente será responsável por uma "parte justa e proporcional" das obrigações britânicas, mas uma porção da dívida em circulação não será transferida para a Escócia, segundo o Tesouro, acrescentando que os termos de pagamento estarão sujeitos a negociações.

A dívida líquida da Grã-Bretanha ficou em quase 1,2 trilhão de libras no fim do ano fiscal 2012-2013.

A Escócia votará em setembro sobre se manterá intacta a união de 306 anos. Nacionalistas escoceses dizem que a independência irá liberá-los de décadas de administração econômica ruim. O governo britânico está fazendo campanha para manter a Escócia como parte da Grã-Bretanha.

(Reportagem de William Schomberg)