Airbus divulga recorde de pedidos e estuda aumentar produção

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014 11:03 BRST
 

TOULOUSE, França, 13 Jan (Reuters) - A Airbus divulgou um recorde do setor com 1.619 pedidos por novas aeronaves em 2013, e disse que estava analisando o potencial para um aumento em duas etapas na produção de seus jatos mais populares.

A fabricante europeia de aviões reconquistou a primeira colocação em pedidos comerciais da rival Boeing, após repetidamente revisar suas metas de pedidos no ano passado, mas perdeu a competição por entregas para a Boeing pelo segundo ano, apesar de alcançar um recorde interno de 626 entregas.

Após ajuste por cancelamentos, o total de pedidos líquidos da Airbus cresceu 80 por cento ante o ano anterior, para 1.503 aeronaves.

A Boeing fechou o ano com 1.531 pedidos brutos, 1.355 pedidos líquidos e um total recorde de 648 entregas. A empresa se manteve a maior fabricante de aeronaves do mundo, mas perdeu a coroa pelo critério de novos pedidos.

A Airbus disse que encerrou 2013 com uma carteira de pedidos recorde para o setor, com 5.559 aeronaves no valor de 809 bilhões de dólares a preço de tabela. A carteira de pedidos da Boeing ficou em 5.080 aeronaves.

A Airbus afirmou que viu demanda suficiente no mercado para aumentar a produção do novo modelo A320neo assim que concluir a transição para 42 por mês em 2018. Dependendo da demanda, a empresa pode aumentar a produção do atual A320ceo antes do que isso.

A Airbus não deu uma meta para pedidos gerais em 2014, mas disse esperar que eles acompanhem o ritmo das entregas.

(Por Tim Hepher)