Wall St. e blue chips fazem Ibovespa fechar no vermelho

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014 17:34 BRST
 

SÃO PAULO, 13 Jan (Reuters) - A Bovespa inverteu alta registrada pela manhã e encerrou no vermelho nesta segunda-feira, seguindo o desempenho negativo das bolsas norte-americanas e cedendo ao peso das blue chips Petrobras e Vale.

O Ibovespa perdeu 0,54 por cento, a 49.426 pontos, ampliando sua queda em janeiro para 4,04 por cento. O giro financeiro do pregão totalizou 5,23 bilhões de reais.

"A agenda está vazia, então as bolsas estão meio de lado e sem força. A nossa abriu em alta, mas devolveu com Dow Jones e está replicando o mau humor lá de fora", disse o estrategista-chefe da SLW Corretora, Pedro Galdi.

O Ibovespa chegou a exibir alta de 0,62 por cento, mas passou a afundar com as ações da Petrobras mudando de rumo.

"A bolsa está de certo modo com um movimento muito em cima do estrangeiro, os 'players' locais estão muito fora do mercado", afirmou o estrategista Alexandre Ghirghi, da Método Investimentos.

Nos Estados Unidos, investidores mostravam cautela antes da divulgação de vários resultados corporativos nesta semana.

Embora alguns dos primeiros resultados já divulgados tenham sido positivos, investidores têm buscado mais motivos para justificar os preços atuais das ações em um momento em que os índices do país estão próximos de máximas históricas.

Segundo Ghirghi, da Método Investimentos, se os balanços mostrarem que, independente dos dados econômicos mistos, as empresas vão bem, eles devem no mínimo sustentar as bolsas norte-americanas, o que pode ajudar a Bovespa.

No noticiário doméstico, a empresa de saneamento básico Sabesp e a administradora de benefícios de saúde Qualicorp tiveram as maiores quedas do Ibovespa.   Continuação...