Valeant, Actavis e Mylan tem interesse na unidade de genéricos da Pfizer

terça-feira, 14 de janeiro de 2014 08:49 BRST
 

Por Nadia Damouni e Jessica Toonkel e Soyoung Kim

NOVA YORK, 14 Jan (Reuters) - As farmacêuticas Valeant Pharmaceuticals International, Actavis e Mylan manifestaram interesse em comprar a unidade de marcas genéricas da Pfizer mas discussões não estão acontecendo neste momento, de acordo com três pessoas próximas ao assunto.

A unidade de "produtos estabelecidos", que faz medicamentos sem patente, teve vendas globais de 7 bilhões de dólares nos nove primeiros meses de 2013, representando 18 por cento da receita da Pfizer. A Pfizer disse em julho que planeja separar suas operações comerciais em três unidades - duas principalmente para as marcas protegidas por patentes e a terceira para os genéricos.

De acordo com as pessoas próximas ao assunto, a Pfizer tem consciência do interesse das empresas, mas ainda não está pronta para fazer um acordo enquanto prepara o terreno para uma separação potencial do negócio de genéricos. A empresa disse que essa revisão dos negócios pode levar três anos.

Pfizer, Valeant, Actavis e Mylan se recusaram a comentar.

Um acordo para o negócio - que abriga medicamentos que perderam a exclusividade de mercado, bem como produtos protegidos por patentes maduras que se espera venham a perder a exclusividade até 2015 - pode impulsionar um comprador como a Valeant para entre uma das maiores empresas farmacêuticas do mundo, mas vários obstáculos permanecem.

O negócio de genéricos da Pfizer é muito maior do que as três empresas farmacêuticas interessadas na unidade.

A Valeant teve 3,7 bilhões de dólares em receita nos primeiros nove meses de 2013, enquanto a Mylan e Actavis faturaram 5,10 bilhões e 5,9 bilhões de dólares, respectivamente.