Costa Rica venderá semente de café resistente a fungo em programa de renovação

terça-feira, 14 de janeiro de 2014 09:17 BRST
 

Por Zach Dyer

SAN JOSÉ, 14 Jan (Reuters) - Os cafeicultores da Costa Rica poderão começar a comprar sementes de café desenvolvidas para resistir a um fungo devastador de plantas através de um programa nacional de renovação lançado esta semana.

O fungo da ferrugem, que atinge as folhas, alastrou-se rapidamente pela América Central e sul do México desde a última temporada. Dizimou produtividades e ameaça centenas de áreas na região responsáveis por um quinto da produção mundial de café arábica.

A associação de café da Costa Rica, Icafe, fornecerá aproximadamente 5 toneladas da semente Obata, uma variedade desenvolvida no Brasil, ao preço de 6 dólares por kg.

"É uma planta muito promissora que nós acreditamos que se adaptará bem aqui, especialmente nas regiões de Perez Zeledon e Coto Brus", disse o presidente da Icafe, Xinia Chaves, em entrevista.

As sementes levarão cerca de três anos para iniciar a produção. Chaves disse que a Icafe venderá as sementes ao preço de custo, e as áreas que foram mais afetadas pelo surto de ferrugem poderão comprá-las primeiro.

O atual surto de ferrugem é o pior desde que o fungo apareceu na Central América em 1976, com mais da metade dos cafezais da região afetados, disse a Organização Internacional do Café, com sede em Londres.