Shell pode vender US$15 bi em ativos em 2 anos--jornal

terça-feira, 14 de janeiro de 2014 14:00 BRST
 

LONDRES, 14 Jan (Reuters) - A Royal Dutch Shell poderá vender 15 bilhões de dólares em ativos nos próximos dois anos, incluindo alguns campos no Mar do Norte, disse o jornal Financial Times nesta terça-feira, completando que os desinvestimentos devem acelerar este ano.

A Shell, cujo novo presidente-executivo, Ben van Beurden, assumiu duas semanas atrás, irá vender alguns de seus campos de petróleo do Mar do Norte, assim como partes de seu portfolio de refinarias e alguns projetos em estágio inicial, informou o Financial Times, citando uma fonte próxima à empresa.

A petroleira, a terceira maior empresa de energia controlada por investidores do mundo, recusou-se a comentar a informação.

A Shell e seus concorrentes na indústria enfrentam crescente pressão de investidores para reduzir gastos enquanto os custos sobem e caem as perspectivas para os preços do petróleo.

A empresa anglo-holandesa disse em outubro que ampliaria "significativamente" seus desinvestimentos em 2014 e 2015 para manter a entrada de recursos, depois de prever que em 2013 seus gastos atingiriam um pico de cerca de 45 bilhões de dólares.

(Por Sarah Young)