Transpetro autoriza novo lote de navios, com R$1,4 bi em investimento

terça-feira, 14 de janeiro de 2014 15:23 BRST
 

SÃO PAULO, 14 Jan (Reuters) - A Transpetro, divisão de logística da Petrobras, autorizou nesta terça-feira o início da construção de mais oito navios no Estaleiro Mauá (Niterói/RJ), em lote que demandará investimentos de 1,4 bilhão de reais.

O sinal verde para as obras foi dado pelo presidente da Transpetro, Sergio Machado, durante cerimônia que marcou a viagem inaugural do navio de produtos José Alencar, segundo nota da companhia.

A construção dos oito navios integra um orçamento de 11,2 bilhões de reais previsto para a construção de 49 navios e 20 comboios hidroviários do Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef).

O José Alencar é a sexta embarcação do programa a entrar em operação em um prazo de dois anos e finaliza o primeiro lote de encomendas pela Transpetro a estaleiros brasileiros dentro do Promef.

Em 2014, a previsão é de que sete navios entrem em operação dentro do Promef.

Também este ano, a Transpetro receberá os três primeiros comboios.

O Promef também viabilizou a construção de três novos estaleiros: Atlântico Sul (EAS) e Vard Promar, em Pernambuco; e Rio Tietê (ERT), em São Paulo.

"A indústria naval brasileira vive um novo momento. Deixou de ser um sonho e hoje está consolidada. A entrega do primeiro lote de encomendas do Promef é uma prova disso", disse Machado em nota.

O José Alencar será responsável pelo transporte de derivados claros de petróleo.

Com 183 metros de comprimento (o equivalente a quase 2 campos oficiais de futebol), 32,2 metros de largura, 43,8 metros de altura (mais alto que a estátua do Cristo Redentor), o navio tem capacidade para transportar 56 milhões de litros de combustíveis (quantidade suficiente para encher aproximadamente 13 piscinas olímpicas).

(Por Roberto Samora)