Japan Airlines diz que fumaça foi vista saindo de bateria do Boeing 787

terça-feira, 14 de janeiro de 2014 16:58 BRST
 

TÓQUIO, 14 Jan (Reuters) - A Japan Airlines afirmou ter mantido em solo um de seus aviões modelo 787 Dreamliners nesta terça-feira, após fumaça branca ser visualizada no lado de fora da aeronave e luzes na cabine do piloto indicarem falhas na bateria principal, que aparentemente apresentava vazamento em uma de suas oito células.

A Boeing disse estar "ciente do problema ocorrido no avião nesta terça-feira, que pode ter envolvido a ventilação de uma única célula de bateria".

O incidente acontece quase um ano depois da Japan Airlines e da All Nippon Airways manterem em solo suas frotas de 787, após as baterias de duas aeronaves superaquecerem em menos de duas semanas.

Reguladores globais proibiram o voo de toda a frota mundial do modelo da Boeing em janeiro do ano passado. Os aviões foram mantidos em solo por mais de três meses, enquanto a Boeing redesenhava a bateria para garantir a segurança das aeronaves. A causa dos problemas com a bateria não foi determinada.

Nesta terça-feira, o avião da Japan Airlines, que deveria seguir de Tóquio para Bangcoc, foi tirado de serviço e os 158 passageiros realocados em outra aeronave do mesmo modelo, disse a empresa.

(Reportagem de Tim Kelly e Kentaro Sugiyama)