Nasdaq pressiona para acelerar negociações sobre reparos em mercado

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014 10:08 BRST
 

NOVA YORK, 15 Jan (Reuters) - A Nasdaq OMX está preparada para deixar de operar o processador de dados que foi o centro de uma falha de três horas nas operações em agosto, em um sinal de sua frustração com o ritmo das conversas sobre a implementação de reparos no sistema, de acordo com documentos vistos pela Reuters.

A equidade e a transparência dos mercados acionários dos Estados Unidos depende em parte de três "processadores de informação de títulos" (PIS) que fornecem aos investidores as mesmas cotações de ações e os preços de venda.

Um PIS é operado pela Nasdaq e dois por unidades da NYSE Euronext, da IntercontinentalExchange.

Uma falha em um software parou o PIS da Nasdaq em agosto, forçando a bolsa a interromper as negociações. Logo após, o regulador de mercados (SEC) ordenou que as bolsas elaborem novos protocolos para melhorar a resiliência de seus processadores.

Mas cartas entre a Nasdaq e o comitê que supervisiona seus SIPs e entrevistas com pessoas familiares com a situação mostraram pouco avanço em quase cinco meses após a falha.

Uma fonte familiar com a posição da Nasdaq disse que a bolsa ficaria feliz em se livrar de suas responsabilidades com o SIP, que vê ter mais risco que prêmios.

A Nasdaq não quis comentar.

O lento ritmo das conversas sugere que pode ainda levar meses, ou mesmo anos, para que as bolsas adotem reparos de longo prazo no sistema PIS.

(Por John McCrank)