Alcatel reduz cortes de empregos na França

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014 11:41 BRST
 

PARIS, 15 Jan (Reuters) - O grupo franco-americano de equipamentos de telecomunicação Alcatel-Lucent cortará menos postos de trabalho na França do que foi divulgado anteriormente, no âmbito de um plano de redução de 10.000 empregos no mundo todo para tentar estancar seu prejuízo, disse seu presidente-executivo ao jornal Le Monde.

A parte francesa dos cortes agora somará menos de 700 postos, ante os 900 anunciados no ano passado, afirmou Michel Combes ao jornal, em uma entrevista publicada em seu website nesta quarta-feira.

A Alcatel tem sofrido pressão em relação aos planos de cortes de custos por parte dos socialistas franceses que estão no poder. Eles vêm se esforçando para combater uma taxa de desemprego alta e alertaram que o governo poderia usar novas regras para impedir os cortes.

Na última semana, o ministro da Indústria, Arnaud Montebourg, pressionou a Alcatel a fazer um esforço maior para preservar empregos e fábricas na França. Combes disse que o plano de reestruturação é a última chance de recuperar a firma.

(Por Gwenaelle Barzic e James Regan)