Nova empresa aérea saudita fecha acordo de US$2 bi com Bombardier

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014 10:52 BRST
 

MANAMA, 16 Jan (Reuters) - A Saudi Gulf Airlines, uma nova empresa que nasceu da desregulamentação do mercado de aviação da Arábia Saudita, assinou um contrato de 2 bilhões de dólares com a canadense Bombardier para comprar 16 jatos CSeries com opções para mais 10, disse a dona da companhia aérea na quinta-feira.

O negócio é um impulso para a Bombardier, que até agora tem visto encomendas lentas para o CSeries, após vários meses de atraso de desenvolvimento, com clientes em potencial à espera de dados de teste de voo para confirmar as alegações de economia de combustível e redução de custos.

A entrega dos jatos CS300, que têm entre 130 e 160 assentos de passageiros, está prevista para o final de 2015 e o início de 2016, disse Samer al-Magali, presidente do grupo Abdel Hadi al-Qahtani.

Baseada em Dammam, a empresa deve começar a operar ainda este ano ou no próximo ano, disse Magali a repórteres no Bahrain International Airshow, acrescentando que os 2 bilhões de dólares são referentes ao preço de lista para os aviões e para as opções.

O grupo está pronto para comprar ou alugar cerca de seis outros aviões até os jatos CSeries serem entregues, acrescentou.

(Reportagem de Rania El Gamal)