China cancela mais compras de milho dos EUA--USDA

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014 14:36 BRST
 

16 Jan (Reuters) - Importadores chineses fizeram novos cancelamentos de compras de milho dos Estados Unidos, e um volume adicional de cargas que estavam destinadas para a China foi redirecionado para países vizinhos, mostraram dados do governo norte-americano nesta quinta-feira.

As operações ocorrem em meio à disputa envolvendo uma variedade de milho transgênico não aprovada na China, conhecida como MIR 162, desenvolvida pela Syngenta.

Pelo menos 600 mil toneladas de milho dos EUA destinadas à China foram rejeitadas desde novembro porque continham traços da variedade, que aguarda aprovação por parte das autoridades chinesas há mais de dois anos.

Em seu relatório semanal, o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) confirmou o cancelamento líquido de 169,8 mil toneladas de milho pela China na semana encerrada em 9 de janeiro.

Foi a segunda vez em três semanas que as vendas para a China, terceiro maior comprador de milho dos EUA na última temporada, foram negativas, apontou o USDA.

A entidade disse também que alguns carregamentos destinados à China no final do ano passado foram redirecionados para importantes compradores como Coreia do Sul e Japão.

Os embarques para a China caíram na semana passada para apenas 26 mil toneladas, menor volume em três meses, segundo o USDA.

Exportadores privados também relataram o cancelamento da entrega de 126 mil toneladas de milho para o atual ano comercial para destinos desconhecidos.

Uma vez que os exportadores são obrigados a informar o destino dos grãos apenas no momento de embarque, muitas vezes as vendas são registradas como para "destinos desconhecidos" para encobrir o comprador, disseram operadores.

Vendas para a China, com frequência, são registradas sob esta categoria.

(Por Karl Plume, em Chicago)