Senado dos EUA aprova projeto de orçamento e acaba com ameaça de paralisação

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014 07:22 BRST
 

Por David Lawder

WASHINGTON,17 Jan (Reuters) - As batalhas dos Estados Unidos sobre o financiamento do governo acabaram na quinta-feira, quando o Senado norte-americano aprovou o projeto de lei de gastos de 1,1 trilhão de dólares que mitiga por quase nove meses a ameaça de outra paralisação das agências federais.

A medida, que financia milhares de programas do governo, do Exército a parques nacionais, até o final do ano fiscal em 30 de setembro, foi aprovado com uma votação de 72 a 26. O presidente Barack Obama deve sancioná-la até sábado.

A votação aconteceu exatamente três meses após o final de uma paralisação de 16 dias do governo em outubro devido às disputas sobre o financiamento do "Obamacare", a lei de saúde do presidente.

"Estamos um pouco atrasados, mas conseguimos fazer o trabalho", disse Barbara Mikulski, do Comitê de Apropriações do Senado.

O foco fiscal no Congresso agora se vira para o debate sobre outro impulso no limite da dívida federal de 17 trilhões de dólares. Um aumento pode ser necessário em seis semanas.

Os republicanos não disseram o que irão exigir em troca da elevação do teto de empréstimo, mas o presidente da Câmara, John Boehner, sinalizou a repórteres na quinta-feira que não quer uma forte batalha que ameace um default da dívida dos EUA.

Os EUA "não deveriam nem mesmo chegar perto disso", disse ele a repórteres, pedindo uma ação rápida sobre um projeto de lei que eleva o limite.