Toyota pode reconsiderar investimentos na Tailândia se crise persistir

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014 09:40 BRST
 

BANGCOC, 20 Jan (Reuters) - A Toyota pode reconsiderar o investimento de até 20 bilhões de bahts (609 milhões de dólares) na Tailândia, e pode até mesmo cortar a produção, caso a agitação política continue, disse o chefe da unidade local da montadora japonesa nesta segunda-feira.

A Toyota é a maior montadora de veículos na Tailândia, com uma produção anual de 800 mil carros por ano. Os planos para aumentar sua capacidade anual em 200 mil veículos ao ano nos próximos três a quatro anos agora são incertos, disse Kyoichi Tanada, presidente da unidade tailandesa da Toyota, em uma coletiva de imprensa.

"Nosso novo investimento na Tailândia pode não se concretizar caso a atual crise política se arraste por mais tempo", disse Tanada.

"Para investidores estrangeiros novos, a situação política pode forçar eles a buscar oportunidades em outros lugares. Para os que já investiram, como a Toyota, nós não iremos embora. Mas se vamos investir (mais) ou não, não temos certeza".

A Tailândia é o maior mercado automotivo no sudeste asiático e uma base regional de produção e exportação de veículos para as principais montadoras de carros do mundo, como a Honda e a Ford.

Caso a agitação afete o crescimento econômico, a Toyota pode cortar sua produção no país enquanto avalia a situação, disse Tanada.

"Depois da paralisação, temos menos visitantes em nossos showrooms. Estamos prontos para cortar nossa produção de carros caso sejamos afetados pela situação política", disse também.

(Por Manunphattr Dhanananphorn)