Redução de estímulo não precisa afetar economia--estudo do BC britânico

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014 10:23 BRST
 

LONDRES, 20 Jan (Reuters) - Os bancos centrais serão capazes de reduzir suas amplas compras de títulos quando as condições do mercado estiverem mais normais sem um grande impacto nos preços de ativos e na economia real, sugeriu análise do Banco da Inglaterra, banco central britânico, nesta segunda-feira.

Desde a crise financeira global de 2008 a 2009, os bancos centrais mundo afora têm somado trilhões de dólares em seus balanços patrimoniais através de compras de títulos do governo, conforme injetam dinheiro em suas economias.

O estudo, que tem a coautoria do membro do comitê de política monetária do banco David Miles, mostrou que os bancos centrais devem ser capazes de frear o estímulo sem grandes perturbações.

"(Se) a redução das compras em larga escala ocorrer quando as condições do mercado estiverem mais normais, elas podem ter relativamente pouco impacto nos preços de ativos e na economia real", informou o estudo.

(Reportagem de Andy Bruce)