Dólar sobe 1% e volta a superar R$2,35 por expectativa com Fed

terça-feira, 21 de janeiro de 2014 17:13 BRST
 

Por Bruno Federowski

SÃO PAULO, 21 Jan (Reuters) - O dólar subiu 1 por cento nesta terça-feira e voltou a fechar acima de 2,35 reais após o amplo recuo das últimas sessões, com especulação de que o banco central dos Estados Unidos possa reduzir seu programa de compra de títulos em mais 10 bilhões de dólares no fim do mês.

A moeda norte-americana avançou 0,99 por cento, a 2,3615 reais na venda. Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de 1,7 bilhão de dólares.

Na segunda-feira, a divisa terminou com queda de 0,34 por cento, a 2,3383 reais, menor patamar de fechamento desde 17 de dezembro. O nível de 2,35 reais é identificado por analistas como um importante patamar de resistência.

"Está prevalecendo no mercado internacional a notícia de que o Fed pode promover mais um corte igual no estímulo na próxima reunião e o real está seguindo nessa esteira", afirmou o estrategista-chefe do Banco Mizuho, Luciano Rostagno.

Segundo notícia publicada na versão online do Wall Street Journal, o Federal Reserve pode anunciar novo corte de 10 bilhões de dólares no programa de compra de títulos na reunião de 28 e 29 de janeiro, reduzindo ainda mais a oferta global de liquidez.

A reportagem veio após dados fracos sobre o mercado de trabalho norte-americano levantarem dúvidas sobre a recuperação dos EUA e o futuro do estímulo monetário.

"Alguns dados já haviam sugerido que o enfraquecimento no mercado de trabalho era temporário. A notícia do Wall Street Journal foi só a cereja no bolo", afirmou o tesoureiro de um banco internacional.

O fortalecimento do dólar foi um movimento global, mas a depreciação do real foi mais intensa do que a da maioria de seus pares.   Continuação...