Produtor de açúcar do país já fixou preços para 36% da safra 14/15--analista

terça-feira, 21 de janeiro de 2014 19:34 BRST
 

SÃO PAULO, 21 Jan (Reuters) - A fixação antecipada de preços do açúcar para a nova safra (2014/15) foi estimada em 36 por cento da produção total, em um nível adiantado ante mesmo período do ano passado, por conta de um dólar mais forte que compensa parte das perdas sofridas com as baixas cotações do adoçante no mercado internacional, disse a Archer Consulting nesta segunda-feira.

Segundo o acompanhamento da consultoria, em média estes negócios foram fechados com o açúcar cotado a 17,46 centavos de dólar por libra-peso, patamar acima dos níveis atuais de cerca de 15 centavos na bolsa de Nova York.

No mesmo período do ano passado, haviam sido fechados preços antecipadamente para cerca de 30 por cento da safra, por cerca de 19,91 centavos de dólar, em média.

"Embora Nova York esteja no preço mais baixo dos últimos três anos e meio, os valores em reais não estão os mais baixos... Parte desta queda foi compensada pelo dólar", disse o gestor de riscos da Archer, Arnaldo Luiz Corrêa.

O dólar em 2013 operou abaixo de 2 reais no final de janeiro, permanecendo perto deste patamar até abril. Nesta terça-feira, a moeda norte-americana fechou a 2,3615 reais na venda, com alta de 1 por cento.

Segundo ele, os preços em reais atuais estão mais altos do que os menores valores verificados no ano passado.

Considerando o dólar atual, o preço do açúcar está perto de 820 reais por tonelada. O menor nível do ano passado foi registrado em agosto, a 758 reais/tonelada.

(Por Fabíola Gomes)