BC do Japão mantém política monetária e estimativas de inflação

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014 07:21 BRST
 

TÓQUIO, 22 Jan (Reuters) - O banco central do Japão deixou inalterada a política monetária nesta quarta-feira e manteve suas estimativas otimistas sobre a inflação ao consumidor, encorajado por sinais de que a recuperação econômica pode levar as empresas a gastar mais com salários e investimentos.

Como esperado, o BC votou por unanimidade para manter sua promessa de elevar a base monetária, ou dinheiro e depósitos no banco central, a um ritmo anual de 60 a 70 trilhões de ienes (575-671 bilhões de dólares).

O membro do conselho Sayuri Shirai se opôs a uma parte da avaliação econômica, afirmando que o ritmo de melhora nas condições de trabalho e receita têm que ser mencionado entre os riscos para o cenário econômico.

O BC japonês ofereceu um forte estímulo monetário em abril do ano passado, prometendo dobrar a base monetária em dois anos ao impulsionar as compras de títulos do governo e ativos de risco. Desde então vem mantendo a política monetária.

(Reportagem de Leika Kihara e Kaori Kaneko)