Banqueiros britânicos pedem que Reino Unido intensifique laços com UE

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014 15:52 BRST
 

22 Jan (Reuters) - O Reino Unido deveria reforçar seus laços com a União Europeia e dar mais recursos para Bruxelas de forma a influenciar a reforma do sistema financeiro e beneficiar a economia, afirmaram os principais bancos do país.

A Associação de Bancos Britânicos (BBA, na sigla em inglês) entrou no debate sobre o papel do Reino Unido na Europa nesta quarta-feira, acrescentando sua voz a de empresários favoráveis à permanência do Reino Unido no bloco econômico de 28 membros.

O primeiro-ministro David Cameron prometeu aos eleitores que renegociará os termos da permanência do Reino Unido na UE antes de realizar um referendo em 2017 caso os conservadores vençam as eleições no ano que vem. O ministro das Finanças, George Osborne, recentemente alertou que a UE precisa realizar reformas caso queira que o Reino Unido permaneça como membro.

"Dada a importância dos serviços financeiros para o Reino Unido e o grau em que a legislação está ligada à da UE, é um caso de grandes proporções para o Reino Unido dedicar mais recursos e expertise no engajamento com o processo europeu para aumentar seu nível de influência em áreas prioritárias", disse a BBA em um documento submetido ao Tesouro do Reino Unido.

(Por Aashika Jain em Bangalore e Steve Slater em Londres)