Alemanha vê início de ano forte para o setor de serviços

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014 07:34 BRST
 

BERLIM, 23 Jan (Reuters) - O setor privado da Alemanha cresceu em janeiro no ritmo mais rápido em mais de dois anos e meio, favorecido pelas encomendas industriais, mostrou nesta quinta-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês), marcando um forte início de 2014 para a maior economia da Europa.

O PMI Composto preliminar do Markit, que avalia a atividade tanto da indústria quanto de serviços e cobre mais de dois terços da economia, atingiu 55,9 em janeiro ante 55,0 em dezembro, acima da marca de 50 que separa crescimento de contração.

"A economia alemã entrou 2014 com uma bem-vinda aceleração do crescimento. Foi impulsionada pela indústria; o setor de serviços foi um pouco mais fraco mas ainda está expandindo a um ritmo razoável", disse o economista-chefe do Markit, Chris Williamson.

Ele disse que a pesquisa sugere que a economia pode crescer até 0,7 por cento nos três primeiros meses de 2014.

O PMI de indústria subiu para 56,3 ante 54,3 em dezembro, marcando o sétimo mês seguido de crescimento. Foi a leitura mais alta desde maio de 2011 e superou todas as estimativas em pesquisa da Reuters.

Já o setor de serviços cresceu pelo oitavo mês seguido, mas só um pouco mais rápido do que em dezembro. O PMI do setor atigiu 53,6, ante 53,5 em dezembro, abaixo da expectativa de 54,0.

Para mais informações, veja a matéria em inglês:

(Reportagem de Michelle Martin)