Wall St fecha em queda por dado industrial da China decepcionante

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014 20:30 BRST
 

NOVA YORK, 23 Jan (Reuters) - As ações dos Estados Unidos fecharam em queda nesta quinta-feira, com o Dow Jones registrando o terceiro dia seguido de queda, diante da maior aversão ao risco por conta do desempenho industrial decepcionante da China.

O índice Dow Jones recuou 1,07 por cento, para 16.197 pontos, o S&P 500 perdeu 0,89 por cento, a 1.828 pontos. E o Nasdaq caiu 0,57 por cento, a 4.218 pontos.

Os setores financeiro e de matérias-primas foram os maiores perdedores do dia, enquanto o de telecomunicações foi o único positivo. Investidores trocaram papéis de empresas muito dependentes do crescimento econômico por ações defensivas.

O sentimento do mercado foi prejudicado por um relatório sobre o setor industrial da China, que mostrou que a desaceleração moderada registrada no fim de 2013 continuou no começo deste ano.

Ações de empresas chinesas negociadas nos Estados Unidos tiveram forte queda após um juiz da Securities and Exchange Commission (SEC) decidir que unidades chinesas das principais empresas de contabilidade do mundo não podem auditar empresas chinesas listadas nos EUA.

Entre os maiores perdedores estiveram a provedora de serviços de internet Baidu Inc, com queda de 6,2 por cento, e a SINA Corp que perdeu 5,9 por cento. As ações norte-americanas da Petrochina caíram 3,7 por cento.

O índice de volatilidade CBOE VIX utilizado como indicador de medo em Wall Street, fechou em alta de mais de 7 por cento, a 13,77, após subir mais de 11 por cento durante a sessão.

"O pânico do dia foi em grande parte associada com a China e eu acho que é uma reação temporária", disse o diretor-gerente de operações ativas e derivativos da Charles Schwab, Randy Frederick.

"Se tivermos bons lucros de algumas grandes empresas ou bons relatórios econômicos, acho voltaremos a subir como estávamos há alguns dias atrás."

(Reportagem de Angela Moon)